Logo-balanca - Texto Preto horizontal

A IA Inteligência Artificial no direito retrocedido pela OAB

a-inteligencia-artificial-no-direito-retrocedido-pela-oab

A Inteligência Artificial no direito retrocedido pela OAB

Não há como negar que Inteligência Artificial (IA) chegou para ficar em todas as áreas da sociedade. E no mundo jurídico o cenário não é diferente. Há alguns anos as novas tecnologias têm transformado a forma de prestação de serviço e uma área específica que trata do Direito e Tecnologia foi criada.

Há quem critique e quem defenda a criação de mecanismos de proibição, entretanto, a Inteligência Artificial já faz parte do nosso dia a dia e o ramo jurídico muda de forma a acompanhar as mudanças da sociedade, como foi em outros casos como o direito homoafetivo, trabalhista e previdenciário. A pergunta que fica, portanto, é por que agora tem tanta resistência para o uso de novas tecnologias?

Para o Advogado Especialista em Direito e Tecnologia, Dr. Jonatas Lucena proibir e até limitar a IA é inviável, afinal estas novas tecnologias trazem diversas vantagens que otimizam o mercado de trabalho. Tanto que a não muito tempo atrás, o STF anunciou que irá utilizar a IA a fim de reduzir o custo de manutenção de processos judiciais.

“Num futuro próximo a Inteligência Artificial poderá auxiliar advogados na tomada de decisões, assimilando problemas e processando informações com rapidez, a fim de sugerir soluções para que os advogados possam tomar decisões mais inteligentes” comentou o Advogado experiente em Direito Tecnológico.

Quem são os maiores interessados nas novas tecnologias?

Entre os maiores interessados em impedir a utilização de tecnologias como chatbot, por exemplo, estão as empresas de telecomunicações. Entretanto, um cenário que poderia ter sido modificado com o pronunciamento da OAB sobre a criação de um grupo para fazer o trabalho de auto-regulamentação do uso da IA no exercício de Direito parece não ter sido um grande avanço para os Especialista em Direito e Tecnologia.

O presidente da OAB declarou que, “Não somos contra o desenvolvimento tecnológico e temos consciência de que ele é inexorável. Isso não quer dizer, no entanto, que vamos tolerar oportunistas que querem colocar a advocacia num papel marginal e subalterno através da massificação desordenada e desregrada dessas ferramentas”.

Em outras palavras, o recado dado pela OAB além de se mostrar nitidamente contrário à disseminação da tecnologia nas camadas mais populares, mostra uma clara proteção às empresas de telecomunicações uma vez que é nomeado como coordenador do grupo de IA o diretor da FEBRATEL.

fabioanatec

fabioanatec

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sobre Nós

Localizado no bairro de São Miguel Paulista, o escritório de Advocacia Teodoro e Associados foi fundado em 2008 pelo Dr. Luciano Teodoro de Souza, OAB/SP 280.418, sempre ao dispor para ajudá-lo e orientá-lo, com a maior integridade e profissionalismo, na busca do direito e da justiça para todos.

Postagens recentes

Podemos te ajudar? Entre em contato.